(89) 9 9417-5057

Piauí

Número de mães com menos de 20 anos cai no Piauí; nascimentos também diminuem em grandes cidades

Publicada em 28/03/24 às 15:17h - 19 visualizações

por cidade verde


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com)

O Piauí registrou uma redução do nascimento de crianças cujas mães são mais jovens, acompanhada por um aumento nos nascimentos de crianças cujas mães estão em faixas etárias mais avançadas. O levantamento faz parte das estatísticas do Registro Civil, obtidas pelo IBGE junto aos Cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais e corresponde a um período de 12 anos, entre aos anos de 2010 e 2022.

Em 2010, cerca de 21,46% das crianças nasceram de mulheres com menos de 20 anos de idade, fato que se alterou em 2022, quando caiu para 14,57% dos nascimentos provenientes de mães naquela faixa etária, queda de 6,89 pontos percentuais.

Em 2010, a maior parte das crianças piauienses nasceu de mulheres entre 20 e 29 anos de idade, cerca de 57,34%, o que reduziu para 49,81% em 2022, uma queda de 7,53 pontos percentuais.

A partir da faixa etária de 30 a 39 anos de idade para as mulheres, a situação de nascimentos apresentou um crescimento no Piauí. Em 2010, cerca de 19,63% das crianças nasceram de mães naquela faixa etária e, em 2022, esse número saltou para 32,39%, elevação de 12,76 pontos percentuais no período.

Na sequência, para as mulheres de 40 anos ou mais de idade também houve uma elevação do número de nascimentos. Em 2010, cerca de 1,57% das crianças nascidas no estado tinham mães daquela faixa etária, o que se elevou para 3,22%

Grandes cidades registram menos nascimentos

Em 2022, pelo menos 70%, o total de 157 municípios do Piauí, apresentou queda no número de nascimentos em relação a 2021, período da pandemia de Covid-19. As informações são estatísticas do Registro Civil, obtidas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com Cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais.

Os 4 municípios mais populosos do Piauí apresentaram queda no número de nascimentos em 2022, onde destacam-se: Teresina (-3,65%), Parnaíba (-2,28%), Picos (-4,51%) e Piripiri (-5,79%)

As maiores reduções proporcionais no número de nascimentos foram as observadas nos municípios de Aroeiras do Itaim (-54,84%), São Félix do Piauí, (– 51,43%), e Pajeú do Piauí (– 46,88%).

A cidade de São João da Serra, com pelo menos 6 mil habitantes, registrou 76 nascimentos em 2021, número que caiu para 39 no ano seguinte.

61 Municípios registraram aumento

No ano de 2022, houve aumento no número de nascimentos em 61 municípios o equivalente a 27,23% das cidades do estado.

Os maiores aumentos foram os registrados nos municípios de Rio Grande do Piauí, com 135,71%, e em Várzea Grande do Piauí, com 107,41%.

Apenas 6 municípios do estado (2,67%) registraram o mesmo número de nascimentos em relação ao ano anterior.

 

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Ligue e Participe!

(89) 99417-5057

Visitas: 3437451
Usuários Online: 11
Copyright (c) 2024 - TV Gallo - 89 994175057
Converse conosco pelo Whatsapp!